Como implementar a educação corporativa na sua empresa?
Como implementar a educação corporativa na sua empresa?

Pode até parecer complexo, mas não é. Primeiramente, é necessário levantar informações considerando os objetivos da organização em médio e longo prazo para, então, entender quais habilidades técnicas e comportamentais já estão presentes no dia a dia da empresa e quais é preciso desenvolver.

Feito isso, a segunda etapa é realizar um planejamento do programa de educação corporativa, entendendo os processos, conteúdos, metodologia, entre outros fatores. E, nesse momento, não se pode esquecer de que a capacitação do colaborador deve gerar resultados efetivos para a empresa e, portanto a trilha de aprendizagem deve estar alinhada aos objetivos e estratégia organizacionais.

Por fim, é muito importante analisar os resultados ao longo de todo o processo e também após a sua aplicação. Dessa forma, podem ser realizados ajustes para que a educação empresarial seja sempre aperfeiçoada.

Tendências para ficar de olho

A área educacional vem mudando muito ao longo dos anos. É interessante ficar atento às tendências que podem impactar o programa de educação corporativa para que ele seja o mais eficiente possível e traga resultados significativos.

Por isso, vale a pena conferir algumas tendências nesse meio para entender melhor como os treinamentos podem ser estruturados:

Realidade virtual

A realidade virtual já faz parte do dia a dia de muitas empresas. No caso da educação corporativa, pode ser interessante para treinamentos que simulem situações reais. É uma maneira mais interativa e diferente de propor treinamentos que, muitas vezes, podem acabar sendo monótonos e cansativos se forem aplicados da forma mais tradicional.

Gamificação

A gamificação se trata do uso de técnicas comuns nos games em situações que não são jogos. Não é novidade que já é bastante utilizada em processos de recrutamento. A novidade é que vem ganhando mais espaço em outros contextos, como treinamentos.

A lógica dos games desperta curiosidade e eleva a motivação, o que pode ser muito interessante para aumentar o engajamento quando estamos falando sobre educação corporativa.

Educação online

Não há mais dúvidas de que o e-learning é uma tendência que não pode ser ignorada. Contextos extremos, como o da pandemia causada pela Covid-19, só reforçaram o quão importante é estar preparado para o trabalho e o ensino a distância.

Além da facilidade na execução, também ajuda a reduzir gastos e se torna acessível para colaboradores que residem em qualquer lugar do país (ou do mundo). No contexto de educação empresarial é interessante pensar em como mesclar o presencial com o online ou, em alguns casos, focar apenas no e-learning.

Por onde começo a pensar na educação corporativa?

Quando estamos falando sobre educação corporativa, é preciso entender que cada empresa tem a sua própria realidade e, portanto, não há uma receita de bolo que funcione para todas da mesma forma.

Mas, ao mesmo tempo em que é importante entender as individualidades e necessidades específicas da sua organização, também é válido ficar de olho nas tendências de mercado. E uma dessas tendências diz respeito à saúde mental e o desenvolvimento de soft skills.

Estamos falando sobre inteligência emocional, capacidade de lidar com adversidades, gerenciamento de estresse, resiliência, autoconhecimento e por aí vai. As empresas atentas às necessidades do futuro já sabem o quão importante é poder contar com colaboradores com a saúde mental em dia e habilidades comportamentais bem desenvolvidas.

Para crescer e atingir seus objetivos estratégicos, toda empresa precisa de profissionais com equilíbrio emocional competências comportamentais.

E, para isso, é possível complementar a sua estratégia de educação corporativa com o Vittude Corporate. Levamos palestras e conteúdos sobre esses temas para conscientizar e ensinar os seus funcionários sobre saúde mental e soft skills que estão em alta e são relevantes para o crescimento de qualquer empresa hoje em dia.

Além disso, com o Vittude Corporate a sua organização também pode oferecer a psicoterapia como um benefício corporativo. Por meio de um processo individual com um profissional especializado, cada funcionário pode entender mais sobre si mesmo, suas competências e transformar seu mindset em relação para ser mais eficiente, produtivo e extrair o melhor do seu potencial no dia a dia de trabalho.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here